Sagra da Uva em Marino: dicas e sugestões para a festa mais tradicional da região da Lazio

Você consegue imaginar uma festa onde há uma fonte de vinho? Pois é. Essa festa existe e ocorre anualmente na cidade de Marino, na província de Roma, na Itália.

Estive lá no ano passado e foi uma experiência muito legal. Além de muito vinho regional, a Sagra dell’Uva (em português Festa da Uva), como é chamada, também oferece aos visitantes música tradicional, além de muita comida típica. É um passeio especial, que pode ser feito facilmente a partir de Roma.

Só para se ter uma ideia de onde ocorre a festa, aqui está o mapa da localização de Marino:


História

A primeira edição da festa foi há 95 anos, em 1925, sendo considerada a primeira Festa da Uva de toda a Itália. Tradicionalíssimo, o evento nasceu como ideia do poeta e escritor Leone Ciprelli, cidadão de Marino. Concebida como uma maneira de gerar uma fonte de renda extra para o município, Ciprelli buscou associar o principal evento histórico que envolve a cidade, a vitória da Batalha de Lepanto (no qual um conde de Marino teve papel chave para vencer a batalha contra os otomanos), e a colheita e o vinho, importante fonte econômica da cidade.

Sendo assim, a festa ocorre todos os anos no primeiro domingo de outubro, mês em que a vitória da Batalha de Lepanto freou o avanço de forças muçulmanos no Mediterrâneo. Por conta de toda essa história, há desfiles no local com habitantes da cidade vestindo trajes típicos do século XVI e inclusive encenando a conquista da batalha. Há também pessoas levando insígnias e bandeiras que remontam à época. É bem interessante.

2019-10-05 17.54.26

Habitantes de Marino encenando a vitória da Batalha de Lepanto na Sagra dell’Uva.

Além de ter a ideia de criar essa festa, Ciprelli também sugeriu utilizar uma das fontes da cidade para jorrar vinho. Com certeza, essa excentricidade é a principal atração da festa, que atrai o olhar de muitos curiosos e faz com que a cidadezinha de Marino fique lotada no domingo da festa (quando a fonte é ligada). Vale lembrar que a festa ocorre no fim de semana todo – e domingo é o dia principal, então fica mais cheio. Caso queira fugir de aglomerações, vá no sábado, como fui, que é bem mais tranquilo.

IMG-20191005-WA0084

Rua principal de Marino durante o sábado da Sagra dell’Uva. Dá para ver que não estava tão lotado (domingo é o dia mais cheio).

Como chegar

Marino está localizada a apenas 20 km do centro de Roma e é facilmente acessada a partir da capital italiana. Há trens a cada hora que saem da estação central de Roma (Termini) e que levam apenas 35 minutos para chegar à estação de Marino. O melhor de tudo é que a passagem de ida e volta custa apenas 4,20 euros! É muito fácil chegar à cidadezinha. Para dar uma olhada nos horários, cheque o site da Trenitalia.

O que fazer na Sagra dell’Uva

Além de assistir aos desfiles, ouvir boa música e ver vinho jorrando de uma fonte, o mais legal da Festa da Uva de Marino é provar os diversos comes e bebes que são vendidos por lá, desfrutando da atmosfera de uma pequena cidade italiana.

2019-10-05 16.57.50

Desfile na Sagra dell’Uva, em Marino, Itália. As pessoas usam roupas que remontam ao século XVI em memória à Batalha de Lepanto.

2019-10-05 18.30.07

Um dos concertos que ocorrem durante a Festa da Uva, em Marino, Itália.

Como o festival ocorre em pleno centro da cidade, os comerciantes instalam barraquinhas ali mesmo para vender seus vinhos e comidas – e essa experiência de comer e beber em uma típica cidadezinha italiana é sensacional. Entre os vinhos disponíveis, a grande maioria é produzida ali na região mesmo, quase sempre sendo DOC (Denominação de Origem Controlada). Além do local vinho Marino, também se encontra Castelli Romani, Frascati, Cerveteri e Romanella – este último o meu favorito. Vale lembrar que os vinhos são, no geral, bastante agradáveis e bem econômicos: um copo sai por 1 euro apenas. É a festa certa para amantes de vinho que não querem gastar muito.

2019-10-05 16.39.52

Vinhos (quase) sempre a 1 euro na Festa da Uva, em Marino, Itália. Nada melhor do que uma pizza italiana para acompanhar…

Em relação à comida, há também muitas opções disponíveis. A ciambella al mosto, basicamente uma rosquinha que leva mosto de uva, é um clássico de Marino, mas ainda há outras delícias regionais como o arrosticini (espetinho de carne de ovelha), porchetta di Ariccia (pão com carne de porco), pizza al taglio (pizza vendida por pedaço) e coppiette romane (carne de porco seca e temperada). São tantas coisas deliciosas que é bem difícil escolher o que comer. Comi esse tal de coppiette e adorei, era muito bom mesmo.

A cidade de Marino oferece, também, além de comidas, vinhos e desfiles, uma paisagem maravilhosa. Bem no centro da cidade, bastante próximo ao Palácio Colonna, ponto de chegadas dos desfiles durante a festa, há uma espécie de mirante. De lá, dá para ver as outras cidadezinhas a região dos Castelli Romani e um por do sol maravilhoso, um dos mais bonitos que vi na Itália.

2019-10-05 18.44.36

Por do sol visto a partir de mirante na cidade de Marino, na Itália.

Ir à Festa da Uva de Marino foi uma experiência única. Realmente, gostei bastante da autenticidade de tudo que vi, bebi e comi. Caso esteja de bobeira em Roma no mês de outubro, recomendo fortemente dar um pulinho em Marino para aproveitar essa tradicional festa. Vá que, com certeza, vale a pena!

Caso tenhas dúvidas ou sugestões, pode deixar um comentário aqui embaixo.

Aproveite e também siga o perfil deste blog no Instagram: @mochila.raiz 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s