O que ver e fazer em Namur, na Bélgica

Tendo chegado recentemente na Bélgica, país dos Smurfs e do Tintin, descobri um bilhete de trem para jovens com menos 26 anos válido durante as férias escolares de julho e agosto, que é um ótimo negócio. Por 25 euros, pode-se viajar à vontade de trem por 1 mês pela Bélgica. O valor semanal é de 15 euros e também apresenta as mesmas condições, ou seja: pegar qualquer trem no país, o que possibilita viagens para todas as cidades belgas que você quiser conhecer.

Aproveitando esse bilhete, resolvi viajar de trem para conhecer e explorar as cidades belgas que mais me interessaram, começando por Namur.

Pouco conhecida entre nós brasileiros, a cidade de Namur está localizada ao sul de Bruxelas, a pouco mais de 1 hora de distância da capital do país. Não é um dos destinos mais clássicos dos turistas que vêm à Bélgica, mas é uma cidade bastante interessante.

Capital da província belga de Valônia, Namur está estrategicamente localizada em meio a dois rios importantes da região: Sambre e Meuse. Suas origens remontam aos celtas, que ali estabeleceram um assentamento bastante importante economicamente. Depois, assim como boa parte da Europa, os romanos dominaram a região.

A cidade, porém, começou a ter um maior destaque durante a Idade Média, quando algumas construções imponentes foram erguidas – e que ainda hoje podem ser vistas na cidade. Assim como grande parte da Bélgica, Namur foi controlada por diversos reinos ao longo de sua história, tendo passado pela mão de franceses, espanhóis, holandeses e até alemães.

Ainda hoje, Namur mostra aos visitantes algumas dessas influências em suas principais atrações turísticas:

Cidadela: principal atração e símbolo de Namur, o castelo foi originalmente construído como uma fortaleza militar no século 3 d.C. tendo passado posteriormente por diversas reformas e reconstruções. Localizado no alto de uma colina, bem no meio da confluência dos dois rios, o castelo oferece uma bela vista panorâmica da cidade. Somado a isso, sua arquitetura é muito interessante, uma vez que é possível observar como sua construção foi evoluindo ao longo do tempo.

  • Cidadela: principal atração e símbolo de Namur, o castelo foi originalmente construído como uma fortaleza militar no século 3 d.C. tendo passado posteriormente por diversas reformas e reconstruções. Localizado no alto de uma colina, bem no meio da confluência dos dois rios, o castelo oferece uma bela vista panorâmica da cidade. Somado a isso, sua arquitetura é muito interessante, uma vez que é possível observar como sua construção foi evoluindo ao longo do tempo.

Vista a partir do castelo de Namur, com a bandeira da Valônia tremulando em meio à confluência dos dois rios que passam pela cidade.

Detalhe arquitetônico do castelo de Namur.

Rio Sambre e o centro de Namur, vistos a partir do castelo.

Ponto mais alto da cidadela, que oferece uma bela vista do rio Meuse e do entorno da cidade.

  • Margens dos rios: além da cidadela, outro passeio essencial em Namur é caminhar pelas margens dos rios Meuse e Sambre. Ali, é possível desfrutar da bela paisagem, sempre com a cidadela ao fundo, ao mesmo tempo em que se observa o vai e vem das várias embarcações que cruzam os rios.

Caminho ao longo da margem de um dos rios que passam pela cidade, com o castelo de Namur ao fundo.

  • Centro histórico: assim como quase toda cidade europeia, Namur também conta com um centro histórico repleto de igrejas, museus, praças e monumentos históricos. Entre as principais atrações, estão a Place D’Armes, uma das maiores praças da cidade, além da Cathédrale St-Aubain, principal igreja de Namur.

Place D’Armes, uma das principais praças de Namur.

Visão geral

Namur é uma cidade interessante. Seu principal ponto turístico, a citadela, faz valer a pena o passeio até a cidade, principalmente devido à bela vista que oferece do entorno. Apesar disso, acredito que há outras cidades belgas que mereçam uma atenção maior por parte dos turistas que visitam o país, já que possuem atrações suficientes para mais do que algumas horas de passeio.

No caso de dúvidas ou sugestões, pode deixar um comentário aqui embaixo, que responderei assim que possível.

Aproveite também para seguir o perfil deste blog no Instagram: @mochila.raiz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s