O que ver e fazer em Durbuy, na Bélgica – A menor cidade do mundo

Apelidada carinhosamente (e erroneamente) de menor cidade do mundo (La Plus Petite Ville du Monde), Durbuy é um pequeno vilarejo turístico que fica na região da Valônia, a região belga cuja língua oficial é o inglês. Bastante próxima de Liège, Durbuy é uma boa pedida para um dia de viagem.

Com pouco mais de 400 habitantes e com um aspecto medieval muito bem conservado, Durbuy é uma daquelas cidades feitas para turistas. Quase todos os comércios locais são restaurantes, lojas de souvenir ou outras coisas voltadas para visitantes. De qualquer forma, é uma simpática cidadezinha que tem seus encantos.

Em tempos medievais, Durbuy era um importante centro comercial e industrial da região. Era tão importante que o Conde de Luxemburgo e Rei da Baviera, João I, elevou o status do local para município em 1331. Nos séculos seguintes, a cidade perdeu sua importância comercial, mas as heranças daquela época ainda são vistas hoje: suas belas ruas medievais e seu castelo são as atrações imperdíveis de Durbuy.

Como chegar

Chegar em Durbuy é bastante tranquilo. A partir de Bruxelas, é só pegar o trem até Liège e depois fazer uma conexão com destino à estação de Barvaux. Esse trajeto total leva pouco mais de 1 hora e meia.

Chegando em Barvaux, há duas opções: caminhar por cerca de 4 km, que leva pouco mais de 50 minutos, ou pegar um ônibus, que chega rapidinho na cidade (mais informações dos horários aqui). Acabei escolhendo a primeira opção para poder ver a região, e recomendo. O caminho é bem tranquilo e as paisagens são maravilhosas.

O que fazer em Durbuy?

Durbuy é bem pequenininha, então 3 horas são mais do que suficientes para visitar todos os pontos turísticos da cidade. Vamos às principais atrações:

Castelo de Durbuy

Reconstruído em 1731 sobre ruínas de um castelo antigo, o castelo atual pertence à família Ursel, uma das mais importantes famílias nobres da Bélgica. Infelizmente, não é possível visitar o interior do castelo, mas só de vê-lo de fora já dá uma ideia de como é por dentro.

Caminhada ao longo do rio Ourthe

Assim como outras cidades da região, Durbuy tem seu centro cortado por um rio, o Ourthe. Sem dúvidas, uma simples caminhada ou um piquenique às suas margens é um passeio imperdível. A paisagem com o castelo, o rio e a cidade medieval ao fundo parece coisa de livro.

Centro histórico

Como Durbuy é minúscula, seu centro histórico também é bem pequeno. Apesar disso, uma caminhada por lá nos remete à Idade Média, já que está incrivelmente bem conservado. As ruas estreitas, as casas antigas e calçamento à pedra dão um toque especial à paisagem.

Rocha anticlinal

Além das atrações históricas, Durbuy também possui uma atração geológica, parte do Geopark UNESCO Famenne-Ardenne. É a chamada Roche à la Falize, que fica bem próxima ao centro e é uma anticlinal: uma rocha que sofreu deformações e que hoje apresenta diversas camadas de rochas mais antigas. É bem bonita.

Parque de Topiaria

Outra atração de Durbuy, que acabei não visitando é o Parque de Topiaria (aquela prática de cortar as plantas em diversos formatos). Diz-se que é o maior parque de topiaria aberto ao público no mundo, mas realmente não sei se é verdade. Pode ser uma boa pedida para aqueles que curtem jardinagem.

Visão Geral

Durbuy é uma cidade simpática. Seu centrinho bem conservado e sua bela paisagem são, sem dúvidas, suas maiores atrações. Gostei bastante e acredito que valeu a pena visitá-la. É uma boa pedida para um bate-volta a partir de Bruxelas e, inclusive, é possível combiná-la com outra cidade num roteiro de um dia de viagem à região (eu fiz Durbuy + Liège no mesmo dia e foi tranquilo).

Apesar disso, me pareceu muito artificial e bastante voltada para o turismo massificado. Por conta disso, recomendaria visitar Durbuy fora de temporada, ou durante dias de semana. Tenho certeza que deve ser mais tranquila e mais autêntica sem todos aqueles turistas.

Para dicas de outros destinos belgas, veja também os posts de Ghent, LiègeBruxelasNamur e Brugges.

No caso de dúvidas ou sugestões, pode deixar um comentário aqui embaixo, que responderei assim que possível.

Aproveite também para seguir o perfil deste blog no Instagram: @mochila.raiz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s